Algo, que apesar da evolução da tecnologia e da forma como a sociedade se comporta perante ela, continua e continuará sempre a ser uma tarefa necessária e importante para todos os utilizadores do digital é a transferência de ficheiros.

Seja um simples documento de texto ou algo mais pesado como um projeto total de um vídeo, com todos os ficheiros em bruto ainda, a forma como os partilhamos será sempre importante. Seja porque, em determinados tipos de partilha, os ficheiros perdem qualidade ou, no caso de itens maiores, a própria capacidade do meio que usamos para a transferência poder não ser a melhor.

É nesse sentido que apresentamos alguns meios diferentes que pode usar para transferir os seus ficheiros, tendo sempre a garantia de que nenhuma informação se perderá pelo caminho e os documentos chegarão ao destinatário impecáveis.

 

Comprima os seus ficheiros

Antes de qualquer coisa, é importante que comece por fazer sempre este procedimento. Ao comprimir um ficheiro, está a compactar todos os seus dados o máximo possível. Isto resulta numa diminuição do tamanho do arquivo, o que facilitará e tornará mais rápida uma transferência futura. Afinal são menos bytes para serem enviados.

Alguns dos melhores softwares para compressão de ficheiros são o 7-Zip e o Winrar. Dê-lhes uma vista de olhos. Acredite que vai valer a pena.

 

Envio através de um disco externo

Ok, sabemos que estamos num mundo virtual onde atualmente tudo é feito online. Mas, por vezes, a melhor opção continua a ser a tradicional. Neste caso, pelo menos a melhor opção quanto à prevenção e segurança dos dados transferidos.

Se tem a possibilidade de estar fisicamente com o destinatário da transferência, usar um disco externo é então a melhor opção. Sabe sempre que os ficheiros chegaram bem, sabe exatamente para onde estão a ser enviados sem qualquer possibilidade de extravio pelo caminho e, acima de tudo, a velocidade do download será sempre maior à de uma descarga online de ficheiros.

 

Envio através do Google Drive

Bem, se não tem então a possibilidade de enviar os ficheiros de uma forma mais física e a internet é a sua única solução, o Google Drive é uma das melhores opções que tem disponível.

Com a possibilidade de ter um acesso pago, que lhe dará maior capacidade de armazenamento na Drive, ou então um acesso gratuito, com obviamente menor espaço disponível para o utilizador mas com a garantia da mesma qualidade, este tem ainda a possibilidade de partilhar os ficheiros com outros utilizadores através de um link para a sua descarga.

Pode também usar esta plataforma da Google como um local para um armazenamento virtual dos seus ficheiros pessoais ou apenas como backup dos ficheiros que tem no disco interno da sua máquina.

 

Envio através do Wetransfer

Se preferir um meio mais simples para um envio simples de documentos através da Internet, o Wetransfer é a melhor opção.

Ao contrário do Google Drive, este não tem a opção de servir como armazenamento a longo prazo dos seus ficheiros, isto para a versão gratuita da plataforma. Nesta versão, o máximo de tempo que o seu servidor armazena os ficheiros dos utilizadores é uma semana. Esta opção também apenas consegue enviar ficheiros com até 2GB de tamanho. Se optar pela versão paga, consegue enviar ficheiros com o máximo de 20GB.

De qualquer forma, a interface desta plataforma é bem intuitiva para o utilizador. Se quiser enviar um ficheiro para outra pessoa, basta entrar no site, colocar o seu e-mail, o e-mail do destinatário e o ficheiro que quer enviar, clicar no botão para enviar e a transferência começa. Tem ainda a opção para enviar uma pequena mensagem adicional para o destinatário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here